quarta-feira, 13 de abril de 2011


Teste rápido para diagnosticar HIV é fornecido em Queimados

Baixada Fácil

A Secretaria Municipal de Saúde de Queimados, através do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs)/Aids do Departamento de Vigilância Epidemiológica, já fornece à população o Teste Rápido Diagnóstico do vírus HIV. Reduzindo o tempo de espera do resultado dos exames de um mês – método convencional – para 15 minutos, o teste rápido pode ser feito gratuitamente durante a consulta do paciente na unidade do Programa DST/ Aids, que fica Avenida Vereador Marinho Hemetério de Oliveira, nº 314 – Centro. 

O teste rápido de HIV, criado pela Fundação Oswaldo Cruz, do Ministério da Saúde, tem margem mínima de erro e é cinco vezes mais barato que o método tradicional de coleta de sangue (exames laboratoriais). O resultado sai na hora e é simples, basta colher uma gota de sangue do dedo do paciente e esperar por alguns minutos para o resultado ficar pronto.

Após a realização dos testes rápidos e, dependendo do diagnóstico, os pacientes terão aconselhamento de psicólogos e acompanhamento médico durante todo o tratamento. Medicamentos inibidores do vírus HIV, mais conhecidos como coquetéis antiaids, também serão oferecidos gratuitamente aos pacientes ao longo do tratamento.

Os interessados em participar do programa podem se dirigir, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Já para quem tem interesse em fazer apenas o teste rápido de HIV pode comparecer apenas com um documento de identificação com foto, as segundas em dos horários: 8h30 e 13h30, e as quartas-feiras, a partir das 13h. Mais informações pelo telefone            (21) 2665-1391      

Teste rápido em gestante

Nos casos em que as gestantes são soropositivas, há 99% de chance que seus filhos nasçam sem o vírus HIV. A contaminação do bebê pelo vírus HIV pode ser evitada com o uso de remédios antirretrovirais - combinados na grávida e no recém-nascido -, parto cesáreo e a não amamentação. Para isso, é fundamental que as pacientes sigam o tratamento corretamente durante o pré-natal, parto e pós-parto.

O uso de medicamentos antirretrovirais é indicado para grávidas soropositivas ou que já estão fazendo o tratamento. Nesses casos, o uso de remédios antiaids pode ser suspenso ao final da gestação. Essa avaliação dependerá dos exames de laboratório e deverá ser realizada, de preferência, nas primeiras duas semanas pós-parto. 

Para as gestantes que desejam fazer o teste rápido, o programa oferece os mesmos serviços de saúde, basta apenas que entrem em contato para agendar sua consulta. Mais informações podem ser obtidas através do Disque Saúde (0800 61 1997).
fonte-baixadafacil.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário