domingo, 17 de abril de 2011


Paulinho Serra traz sua galeria de personagens

17/04/2011
Notícia publicada na edição de 17/04/2011 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 2 do caderno C - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.
José Antonio Rosa
O vídeo do traficante gay postado no Youtube ultrapassou à marca dos 7 milhões de acessos, mas Paulinho Serra tem uma galeria de outros personagens igualmente engraçados. Os tipos, as sátiras, a crítica aos fatos cotidianos dão o tom do show que ele faz hoje em Sorocaba, dentro da agenda da produtora Geleia Cultural.
Ator que faz humor, conforme sua própria definição, Paulinho estará, às 19h, no Shopping M. Carioca radicado em São Paulo, ele atua e é um dos roteiristas do Comédia MTV, além de comandar o "Quinta Categoria", no mesmo canal.
Serra faz parte da leva de comediantes que surgiu com o advento do stand up comedy. Na conversa com o Mais Cruzeiro, disse que não faz apenas stand up. Seu espetáculo, "Paulinho Serra DEZnecessários da Silva", que o público assiste logo mais, incorpora outros recursos, vai além.
No intervalo das gravações que tinha por fazer, Paulinho atendeu à reportagem e disse que o sucesso do gênero está diretamente associado à sua linguagem mais direta e objetiva. "O público assimila melhor".
Outro fator determinante nesse processo, acrescentou, foi a entrada em cena das redes sociais. "O humor e as ferramentas tecnológicas parecem ter feito uma parceria fadada ao sucesso. Não tem mais volta".
O comentário tem, também, a ver com o fato de o comediante Rafinha Bastos, da banca de apresentadores do CQC, ter sido apontado em pesquisas publicadas pelo jornal "New York Times" como a personalidade mais influente do twitter em nível mundial.
"A internet deixou de ser apenas uma poderosa aliada na divulgação do trabalho do artista; hoje ela é indispensável para fazer chegar até as pessoas aquilo que pretendemos dizer, mostrar. Eu, pessoalmente, não abro mão, sou superadepto. Tuito o tempo todo."
Paulinho diz que o dia-a-dia é mais engraçado do que o conteúdo exibido por programas de televisão. "É preferível, melhor e mais produtivo, buscar inspiração na realidade. O humor de hoje é menos inspirador", analisou. 
Sobre a própria produção, Serra diz que trabalha "uma mistura de suas percepções". Coloca em cena situações, discute questões com o convívio familiar, e os dramas do casamento, entre outros.
Ator por formação, Paulinho estreou profissionalmente no teatro, com a "Revolta dos Perus". Em 2007, foi convidado para trabalhar no programa Pânico na TV, onde interpretou o Repórter Chorão e o Traficante Gay. 
Além disso, já fez participação em novelas como "Pé na Jaca", "Beleza Pura" e "Duas Caras", todas na Rede Globo. Esteve, ainda, no longa "Os Normais 2", de Fernanda Young e Alexandre Machado, junto com Fernanda Torres e Luiz Fernando Guimarães.
A trajetória do artista tem, mais, um componente social. Durante dois anos, ele comandou aulas de teatro gratuitas e levou cultura para as favelas do Rio de Janeiro. Além disso, foi professor da Fundação Xuxa Meneghel. 
Ele é, também, um dos fundadores da Cia. Deznecessários. O projeto começou a ser tocado no final de 2006, e alcançou o sucesso após vídeos de apresentações em casas de shows serem publicados na internet e gerarem recordes de público. 
De olho no novo filão, a MTV convidou, no ano passado, Paulinho, os atores e humoristas Rodrigo Capella e Tatá Werneck para comandar o programa Quinta Categoria. Do encontro, idealizaram o projeto DEZimprovisa, na verdade uma peça na qual exercitam jogos de improvisos com a ajuda do público.

Show com o humorista Paulinho Serra

Nenhum comentário:

Postar um comentário